Terreno Urbanizável.

Parcela de terreno rústico urbanizável localizado na Freguesia de Paião em Figueira da Foz.

Com uma área de 7910 metro quadrado, com duas frentes de estrada e de acordo com o PDM em vigor tem parte em Áreas de Edificação Dispersa.
Admite o regime de edificabilidade: – Área de construção destinada a habitação com área de construção até 500 m2, incluindo edifícios anexos

Dois pisos acima da cota de soleira
Um piso abaixo da cota de soleira.

Excelente exposição solar, acessos radiários facilitados por excelentes vias terrestres alcatroadas, perto de acesso à auto-estrada A17.

Geograficamente localizado a poucos quilómetros da cidade de Figueira da Foz e a escassos minutos das praias Golden a sul do Mondego.
Na Vila de Paião encontra comércio e serviços, assim como escolas Básica e Secundaria, piscina Municipal, parque de lazer, posto de GNR.

ID: 6124629 - 120251210-89

Mais informações do imóvel em:

Clique aqui para ver este imóvel no site da Remax

Siga a nossa página no Facebook!



Freguesia do Paião

A freguesia do Paião é rica em monumentos históricos dos quais se salientam o Convento de Seiça e a Capela de Seiça. Seiça tem uma história provida de interesse, que se cruza com os Mouros, D. Afonso Henriques, a Ordem de Cister e o arroz. Seiça é um sítio divino, mágico, onde habita Santa Maria de Seiça, que podemos visitar na sua capela, e onde existe um Convento. Foi habitado por monges da Ordem de Cister ate ao séc. XIX! Com a extinção dessa ordem foi comprado pela família Carriço, que o utilizou como fábrica de descasque de arroz e construiu ainda no local três vilas.

Trata-se pois, de três casas, um convento, uma capela, três fontes, campos de arroz e de milho, uma ribeira e os seus canais, sapais e algumas zonas pantanosas, não de uma aldeia, talvez de um sítio, onde os monumentos e as casas se misturam num eco sistema rico e cheio de vida.

A fundação deste mosteiro data do séc. XII, altura em que entrou para a Ordem de Cister, quando D. Sancho I o doou ao mosteiro de Alcobaça. A construção foi levada a cabo pelo arquitecto Mateus Rodrigues, durante finais do séc. XVI, início do séc. XVII.

A sua toponímia é controversa, defendendo-se que poderá tanto ter a ver com a vulgarização do termo latino pelagus (relativo ao mar, caracterizando um povoamento de pessoas vindas da costa) que daria polegão (nome de um peixe, depreciativo, atribuído a um grupo de pessoas), como de uma origem mais próxima por um aumentativo de Paio (ligado a uma localidade próxima chamada Sampaio.

Fonte


Cidade da Figueira da Foz

A cidade fica na foz do rio Mondego e pertence ao distrito de Coimbra. É curioso pensarmos que o nome da cidade – Figueira da Foz – está relacionado com o facto da FOZ do rio se encontrar neste local.

Aqui localiza-se uma das praias mais bonitas, famosas e procuradas de Portugal. Habitualmente chamada de Rainha da costa de prata, a cidade da Figueira da Foz é muito visitada pelos amantes de praia. Aqui encontramos um gigantesco e magnífico areal. Perfeito não apenas para os veraneantes como também para os amantes de desportos náuticos. Muitos também designam a praia da Figueira da Foz como a rainha das praias portuguesas.

Fonte

Características do Imóvel

  • Acessos
  • Auto-estrada
  • Este
  • Piscina
  • Praia
  • Rústico
  • Sol
  • Sul
  • Urbano

Localização